Por uma Escola que ensine a respeitar


Longe de querer entrar na discussão sobre Escola sem partido, mesmo porque, para mim, uma escola não deve privilegiar nenhuma ideologia partidária, nem tão pouco, nenhuma doutrina religiosa, o que deveria estar em pauta é a fomentação de uma Escola que ensinasse a respeitar as opiniões distintas, as diversidades, as ideologias partidárias, as doutrinas religiosas, as classes sociais e, acima de tudo, a individualidade de cada ser humano.

A função da Escola não é a de defender essa ou aquela ideologia, muito menos ser de esquerda ou de direita, a função da Escola é abrir o horizonte de possibilidades e dar as ferramentas necessárias para que cada aluno seja capaz de formar o seu pensamento crítico a cerca de qualquer assunto, reunindo condições para desenvolver o discernimento e decidir de acordo com as convicções que ele formou sobre tudo o que lhe foi mostrado.

Não se forma um cidadão pleno, possuidor de seus direitos inabaláveis, capaz de lutar pelo acredita, ocultando informações ou situações e acontecimentos, pra dar a esse ou aquele, uma visão equivocada do que realmente aconteceu. Nenhuma escola, enquanto instituição responsável pela formação dos jovens, tem o direito de forjar fatos para que o conhecimento só atenda um lado da verdade, mesmo porque já é sabido que toda história tem três lados.

Enquanto o destino das Escolas, permanecer em níveis que busquem atender esse ou aquele lado da corda, continuaremos a muitos anos luz de ter uma população que reúna às condições suficientes para decidir os melhores caminhos a seguir. A Escola não é um lugar de uma única opinião, de um único ponto de vista, também não pode ser um lugar de uma única ideologia, ou de uma única doutrina. Uma Escola é e deve ser sempre plural.

E a questão está justamente aí, querer fazer da Escola um lugar monocórdio, que grite em uníssono o mesmo mantra, é caminhar para trás, é retroceder nos avanços conquistados por trabalhos árduos de grandes educadores. Enquanto este for o pensamento de quem pensa o que seja uma Escola, continuaremos formando uma massa de analfabetos funcionais, papagaios repetidores de velhas teorias ultrapassadas, que já se mostraram incapazes de fazer uma grande revolução na Educação como se deseja.

Por isso, já passou da hora de pensar a Escola como ela deve ser pensada, um lugar de conhecimento pleno, aberto a discussão, sem pender para este ou aquele lado. Acima de tudo, já passou da hora de fazer da Escola um espaço de se aprender a respeitar e não um lugar de se induzir o quê respeitar. E nenhuma ideologia partidária ou doutrina religiosa é dona do melhor caminho a se seguir. A Escola deve ser o espaço onde a liberdade de escolha e o respeito, sejam a maior bandeira.

2 respostas para Por uma Escola que ensine a respeitar

  1. Entrei no ‘Blogs Recomendados do WordPress’ e lá estava o seu!
    Que bacana que entrei, Paulo! :)
    Parabéns pelo espaço. Super clean e ótimos posts. Sempre gosto de conhecer novos colegas de blog assim vou aumentando minha rede, e claro, conhecendo sobre diversos assuntos e até mesmo cultura.
    Sucesso.

    Estendo aqui o convite para conhecer o meu blog… Ficarei contente com sua visita! :)

    HuG! :D

    http://www.andrehotter.com
    👻 Snapchat: andrehotter
    📸 Instagram: @andrehotter

  2. […] via Por uma Escola que ensine a respeitar — POUCAS PALAVRAS […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: