A pobreza no caminho das belezas


Que o Brasil é um país de belezas estonteantes não é novidade para ninguém, pois, em cada canto que se percorre, é impossível não se encantar e não se surpreender com tanta exuberância. Porém, o caminho que nos leva à tanta beleza é feito de muita pobreza, um contraste que deixa claro o quanto o país é feito de desigualdades. Para se encantar é preciso ver primeiro, a cada pedaço do caminho, o descaso dos governantes.

A riqueza gerada pela exploração turística das belezas naturais do país, não se mostra capaz de transformar os arredores das comunidades que as avizinham, a ponto de mudar as condições de vida dos moradores locais, aliás, muito pelo contrário, o que se vê é uma população sofrida que paga muito caro com o custo de vida de muitos desses lugares. As belezas naturais que atraem gente dos quatro cantos custa muito para quem viver no lugar.

É claro que quem não tem ao seu dispor, no quintal da sua casa, tanta beleza, se encanta, e não tem como não se encantar mesmo, é tudo maravilhoso, coisa de encher os olhos com tanta beleza. Ainda que se conheça por fotos, ver tantas maravilhas ao vivo e a cores é ainda mais exuberante, paralisa o pensamento com tanto encantamento, que a pobreza que cerca esses lugares passar a ser mais um detalhe pitoresco dos lugares.

Mas, é muito triste que no caminho daquilo que nos encanta os olhos, ainda seja tão visível a dificuldade e o abandono de quem vive nas pequenas cidades que guardam tanta beleza natural. E como no momento o que interessa é somente conhecer os tais paraísos, quase nunca nos importamos em ver tanta miséria e pobreza pelo caminho. Deve ser porque inconscientemente se pensa que, por pior que seja o caminho, que mais feio que ele seja, no final, tudo valerá à pena.

Quando se viaja em busca de se conhecer as belezas naturais e outros tantos encantos que o país tem para mostrar, não há tempo para se ver algo além daquilo que se busca, pouco importa, ou melhor, talvez, pouco interessa, naquele momento, pensar em questões que não sejam relativas às belezas que encantam, pois, são elas que nos levam ao lugar e não o lugar que nos leva à elas. O quê está em volta fica para outra hora e é assim que é.

Conhecer e poder desfrutar das belezas naturais que o país têm, deveria ser um privilégio para todos, pois não se pode deixar escondido dos olhos de ninguém, tanta beleza, mas, tudo ficaria ainda mais exuberante, se em todo o caminho que nos levasse a cada uma dessas belezas naturais, pudéssemos ver muito mais do quê, miséria, abandono e desigualdade social. Lugares que guardam tantas belezas deveriam sentir vergonha de terem à vista de todos, tanta pobreza.

Uma resposta para A pobreza no caminho das belezas

  1. mariel disse:

    Nossos contrastes, não tinha pensado nisso, podem ser o torna o Brasil bonito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: