Perdidos em meio a um temporal


Não sabemos bem ao certo em que ponto de nossas vidas, este temporal que está varrendo nossa capacidade de entender os acontecimentos da vida, nos surpreendeu pelo caminho. Estamos cada vez mais perdidos no meio disso tudo. Às vezes, emoção demais, às vezes razão demais, às vezes uma profunda indiferença, às vezes uma enorme indignação, não sabemos mais o que é certo ou errado, o que é justo ou injusto.

A sensatez tirou o seu time de campo, pois hoje em dia, só há espaço para discussões calorosas, para insultos, ofensas e golpes de violência, sejam elas, físicas ou morais; fomentamos todos os dias, um sentimento de guerra que vai acabar nos matando sem nem mesmo sabermos disso. A confusão virou guia dos nossos passos, é tudo tão confuso, tão problemático, que ninguém busca mais a solução através da conciliação.

Todo mundo quer ter a razão, todo mundo quer ter direitos, todo mundo quer só o seu quinhão de tudo. Parece que esquecemos em alguma esquina, o respeito, a solidariedade, a capacidade de nos comover com certas situações. Uns ainda até conseguem, mas, dois passos mais adiante, aquilo que nos emocionou e nos fez rever conceitos e pensamentos, acaba se perdendo por um algo novo que jogou tudo o quê passamos, fora.

Achamos que estamos vinte e quatro horas felizes, quando na verdade não vemos à hora da tempestade passar e nos trazer os raios do Sol de um novo tempo. Fugimos da solidão, mas nos encontramos cada vez mais solitários, querendo que as coisas se resolvam, mas não sabendo como fazer para resolver as nossas coisas. Temos medo da reação alheia, da nossa reação, nos sentimos perseguidos, estamos na verdade perdidos.

Estamos sempre prontos para condenar. Se não está de acordo com aquilo que acreditamos: – Culpados! Não existem mais a presunção da inocência, a culpa é de todos! Não sabemos bem culpados de quê, mas não vemos mais inocentes entre nós, nada mais é ponderado, atira-se a pedra para depois ver se machucou. O temporal só nos deixa ver um lado de toda a situação e parece que preferimos sempre ver o pior. Estamos todos muito perdidos em meio a todo esse temporal.

E enquanto não conseguirmos nos livrar dessa tormenta, as coisas só tendem a piorar, pois deixamos de cultivar o bem pelo bem. Não vamos conseguir encontrar a paz através da guerra, mas também não sabemos direito como encontrá-la, estamos tão confusos, obscuros e descrentes no nosso semelhante, perdemos a capacidade da convivência, optamos por viver relações virtuais e não sabemos mais como enfrentar os conflitos que nos cercam. Tomara que este temporal logo passe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: