A Herança


A Dona Realidade nunca foi de luxo, muito pelo contrário, a simplicidade lhe fazia feliz. Trabalhadora, não tinha Tempo ruim que lhe impedisse de criar os filhos, Sonho e Esperança. Acreditava em Deus e que a vida sempre podia ser um pouco melhor e duvidava sempre que a Dona Política se aproximava lhe prometendo mundos e fundos. Dona Realidade acreditava no Trabalho, não em Promessa.

E sempre foi assim, com muito Trabalho que Dona Realidade alimentou o Sonho e a Esperança, também sempre apostou que Dona Educação podia operar milagres e transformar tudo para melhor. Nunca se viu Dona Realidade reclamar da Sorte, muito pelo contrário, só a ouviam pedir que a Dona Morte não lhe viesse buscar, antes de ver o Sonho e a Esperança com uma vida diferente a que ela vivia.

Mas, a Dona Política sempre atravessava a vida de Dona Realidade e, para proteger o Sonho e a Esperança, ela se via obrigada a acreditar nas promessas de um mundo melhor. Mas, como Dona Realidade podia acreditar na Dona Política, se ela a achava uma promíscua que se prestava a diferentes interesses dos vários Partidos Políticos que a cortejavam apenas para se darem bem na vida?

Dona Realidade acreditava, era no Trabalho e na Fé, para continuar alimentando o Sonho e a Esperança e não na tal Dona Política. Mas, um dia, a Dona Política apareceu de braços dados com um Partido Político, que conhecia muito bem a Dona Realidade e mostrou que era possível dar uma vida melhor para o Sonho e para a Esperança. Dona Realidade resolveu apostar nas palavras daquele Partido Político.

No começo, Dona Realidade viu que a vida começava a mudar de fato, o Sonho e a Esperança não passavam mais fome, cresceram e ganharam um mundo onde tudo lhes era permitido. Só que, como tudo que é bom, dura pouco, Dona Realidade se viu traída por aquele Partido Político que, tal como os outros, quis apenas usar a Dona Política para ter só Poder. Mostrou que pouco lhe importava a vida da Dona Realidade.

Dona Realidade chorou pelos filhos Sonho e Esperança, que foram destroçados por uma enorme ilusão. Dona Realidade adoeceu, mal consegue se levantar da cama, já não tem mais a força de antes para fazer do Trabalho o seu alento, aliás, o desemprego lhe bateu a porta e até a Fé que sempre foi a sua companheira da vida toda, lhe abandonou. Dona Realidade agora está só e muito triste.

Hoje, Dona Realidade vive desiludida, cabisbaixa, está em uma situação bem pior do que antes, não se lembra de ter vivido tão mal assim. A saúde, que nunca foi boa, piorou ainda mais, o Sonho, morreu a pouco mais de um ano e a Esperança, foi embora logo depois, deixando-lhe de Herança, a Decepção, que não acredita mais que a Dona Política, muito menos que qualquer outro Partido Político, possa fazer alguma coisa para melhorar a vida da Dona Realidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: