A experiência


Sabe, gente, hoje eu vou contar mais uma aventura que tive com a Joana e com o Paulinho. Sempre que vou atrás das aventuras do Paulinho, acontece alguma coisa que eu acabo me dando mal. Vou contar tudo direitinho pra vocês.

Eu fui com a Joana e o Paulinho na casa da vó deles, a Dona Gigi, chegando lá. Todos nós corremos lá para o quintal que tem atrás da casa da avó da Joana e do Paulinho. Lá é cheio de árvores! Tem pé de goiaba, tem pé de carambola, pé de pitanga, tem até um pé de manga bem grande. No fundo do quintal, ainda tem um galinheiro.

Pois, bem, foi justamente neste galinheiro que tudo aconteceu. Não foi bem dentro, foi e não foi, mas foi com os bichos que estavam no galinheiro.

– Joana! Helena! Chama aquele galo lá!

Paulinho queria que a gente ficasse provocando o galo que tem no galinheiro, para que ele pudesse entrar dentro do galinheiro. Ele disse que fazia parte da experiência que ele ia nos ensinar.

O galo era muito bravo, era só a gente colocar as mãos na grade do galinheiro, que ele vinha todo bravo tentar bicar os nossos dedos que estavam pendurados nas grades do galinheiro.

De tanto que a gente ficou provocando o galo, acho que ele acabou cansando, pois deixou a gente, subiu no poleiro do galinheiro e fechou os olhos. Acho até que ele dormiu! É claro, devia estar com sono mesmo, acorda todo dia muito cedo só pra cantar pra acordar as pessoas! Não é mesmo?

Então, voltando a nossa aventura. O Paulinho aproveitou que o galo subiu no poleiro e fechou os olhos e entrou bem devagarinho no galinheiro e pegou um pintinho, todo amarelinho. Mas com a gritaria que o pintinho fez, o galo pulou do poleiro e saiu correndo atrás do Paulinho, que escapou por pouco.

– Ufa! Quase que o galo me pega!

– É mesmo, Paulinho!

– Queria ver se ele te bicasse!

– Mas não me bicou! Agora, vem. Vou mostrar pra vocês.

Com o pintinho em uma mão, o Pauinhio foi, pegou um balde vazio, encheu de água e pegou um vidro de tinta do bolso do short e começou a explicar a experiência:

– Joana, Helena, presta atenção! Aprendi essa experiência na aula de ciência. Achei bem legal. É só a gente misturar a tinta desse potinho com a água e depois mergulhar o pintinho dentro do balde que as penas dele vão mudar de cor.

– Mas você aprendeu isso na escola?

– Com pintinho?

– Claro que não! Na escola a professora fez a experiência com uma flor branca. A gente cortou o caule da flor e mergulhou no pote, a flor que era branca, mudou de cor, então, eu pensei: Será que dá certo com o pintinho?

Mas eu não podia deixar que o Paulinho fizesse aquela maldade com o pintinho. Nem a Joana!

– Se vocês não quiserem, eu faço sozinho!

O Paulinho começou a misturar a tinta com a água, mas quando ele ia colocar o pintinho dentro do balde, eu pisquei pra Joana, que deu um chute no balde que virou e derrubou a tinta toda em cima do chinelo dele, com isso, ele soltou o pintinho, então eu peguei o pintinho e corri pra dentro do galinheiro.

Foi só depois que entrei no galinheiro, que eu me lembrei do galo. Quando tentei sair, o galo já estava na porta do galinheiro.

– Me ajuda, Joana!

Só que o Paulinho, de raiva da gente, segurou a Joana e não deixou ela me ajudar. Corri, corri para o galo não me pegar, mas acabei tropeçando numa pedra e cai no chão. Foi aí que o galo me pegou de me encheu de bicadas. Se não fosse a mãe da Joana me ajudar, acho que estava até agora levando bicadas daquele galo.

Mas a culpa é minha mesmo, eu sempre acabo me dando mal quando o Paulinho inventa alguma aventura. Já falei com a Joana, que não vou mais brincar com o Paulinho, não vou!

– Você sempre di isso, Helena!

– Mas agora é pra valer.

E não é que o Paulinho não desiste.

– Helena, que tal a gente procurar bichinhos dentro das goiabas?

E eu, que estava chorando de tanta bicada que levei, olhei para a Joana e caímos na gargalhada. E, depois, é claro, fomos ajudar o Paulinho a procurar bichinhos dentro das goiabas.

Mas, depois eu conto que fim teve essa nossa aventura com as goiabas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: