A vida é um piscar


Às vezes perdemos muito tempo nos desgastando com comportamentos e opiniões de outras pessoas sobre certos assuntos e, quase sempre sem necessidade, pois, dificilmente certas pessoas mudarão suas opiniões e seus comportamentos. Agimos como se fôssemos os donos da verdade, ao ponto de não admitimos termos nossas opiniões contrariadas, quiçá nos damos ao trabalho de admitir que, talvez, o outro também possa ter a sua razão.

Nos estressamos a tal ponto que, ficamos irritados com o quê os outros dizem e fazem e, sofremos, castigamos a nossa alma, quase sempre à toa, pois, o outro, invariavelmente não está nem aí para nossa opinião. Aliás, ainda nos chamam de destemperados, desequilibrados e nem se dão ao trabalho de entender os nossos pontos de vistas. É que assim como nós, os outros também não admitem serem contrariados. Pronto, já se tem um bom motivo para começar uma dura briga.

A vida é um piscar e precisamos aprender a controlar nossas emoções, pois, muitas das situações que nos envolvemos e somos envolvidos, acabam se voltando contra nós. Nos deixamos abater por certas situações que, por vezes, nem temos como evitar ou controlar, são alheias a nossa vontade. É claro que tem coisa que nos tira do sério, mas, nos deixarmos envolver ao ponto de sofrermos pelos atos dos outros, nunca nos fará bem.

Hoje, as pessoas andam com a adrenalina a mil, muitas, até são nitroglicerina pura, um explosivo humano a ponto de explodir a qualquer contrariedade. Então, porque vamos correr o risco das fagulhas desses homens-bombas, nos queimarem por inteiro? A opção de transformar a vida deles num inferno foi deles, não nossa e, não precisamos nos deixar atingir por aqueles que optaram pela intolerância, pela violência, por uma vida doente, temos que pensarmos em nós.

Problemas sempre nos farão companhias, em qualquer tempo e espaço, pessoas que vivem o inferno aqui na Terra, também, mas, pelo amor à nossa vida, temos a obrigação, com nós mesmos, de encontrarmos mecanismos que nos ajudem a não nos deixar contaminarmos pela insatisfação da vida alheia. Não podemos nos achar os donos da verdade e querermos que os outros sejam, a nossa imagem e semelhança, às vezes, é melhor que não sejam.

Como diz o velho ditado: nunca é bom colocar mais gasolina aonde já existe um incêndio, pois, certamente vamos nos queimar. Quando damos a nossa opinião e o outro nos responde com os seus argumentos e nós devolvemos em réplica e ele em tréplica e, cada qual, embora não concorde, aceita o direito do outro de ter aquela opinião, a discussão é sempre enriquecedora, mas, quando a disposição para brigar for o principal argumento, temos que nos retirar.

Assim, poupamos a nossa alma, nosso corpo, nossa vida, pois, nada e nem ninguém pode transformar o que nós somos, a não ser nós mesmos. Na vida, podemos ser convidados para brigar ou para dançar, brigar, nos desgasta demais, nos tira a força, nos envelhece, nos enrijece os músculos, nos deixa triste e doente, já sofri demais com isso, agora, prefiro sempre uma bela companhia para uma boa contradança.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: