E lá se vai mais um ano


E lá se vai mais um ano, um ano muito duro, difícil, de algumas notícias tristes, de surpresas desagradáveis, de algum desespero, de um enorme aprendizado; um ano de aprimoramento do equilíbrio sobre a corda bamba, do entendimento da necessidade de enxergar por outros pontos de vistas, de dar a importância às pequenas coisas e de ter a certeza de que os sonhos não envelhecem como já diz um dia o poeta na canção; um ano que me deixará suas marcas.

E lá se vai mais um ano, um ano que ensinou a importância de não se reclamar da vida, pois o ruim, sempre pode ser pior; um ano de se aprender a ter um pouco mais de humildade para reconhecer e corrigir os erros, de saber que é preciso praticar a gratidão, de não pré-julgar, de encarar os problemas de frente, de lado, de costas, por todos os lados; um ano que deu a certeza que é preciso um pouco mais de paciência; um ano que me deixará suas marcas.

E lá se vai mais um ano, um ano que trouxe em todos os seus dias, a visão da importância de se ter disciplina em todas as ações, das mais rotineiras até as mais inusitadas; um ano que pediu e exigiu organização em todos os passos, dos pequenos aos mais arriscados; um ano de superar traumas e de enfrentar os medos sem receios; um ano de sufocar as mágoas, de enterrar o rancor, de aprender a ouvir; um ano que me deixará suas marcas.

E lá se vai mais um ano, um ano que mostrou a importância do amadurecimento emocional, que deixou claro que razão e coração jamais podem superar um ao outro e sim, que devem caminhar de mãos dadas para tomadas de decisões sensatas; um ano de aprender a aceitar que derrotas nem sempre são tão duras, de valorizar as pequenas, mas, reais vitórias, de reaprender a simplicidade do que seja felicidade; um ano que me deixará suas marcas.

E lá se vai mais um ano, um ano que não teve jeito, trouxe a tona, o quanto é preciso se ter fé, esperança e otimismo; um ano que mostrou que não se tem poder sobre nada e que só o tempo é capaz de colocar as coisas no seu devido lugar; um ano que fez renascer a consciência das reais possibilidades, de como tudo que foi conquistado tem uma enorme importância na vida; um ano de aprender a respirar fundo; um ano que me deixará suas marcas.

E lá se vai mais um ano, e hoje, com o corpo, a alma, a razão e a emoção devidamente marcados por todos os ensinamentos e aprendizados que acabaram por me trazer o equilíbrio há tempos buscado, posso seguir em frente, sem a necessidade de olhar para trás, sem arrependimentos ou culpas, e com a certeza de que a vida é feita de superação e persistência. Então, que venha mais um novo ano, para que eu possa aprender ainda mais como Ser humano.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: