Por onde andam os líderes?


Não é difícil de perceber com um pouco mais de observação, como andamos tão desorientados na vida, tanto em atitudes, quanto em sentimentos, estamos literalmente rodando feito baratas tontas, como cachorro correndo atrás do próprio rabo, não sabemos direito o quê pensar, ou quê sentir, as ideias e opiniões nos confundem ainda mais e não sabemos direito que caminho seguir, buscamos apoio e não encontramos. Por onde andam os líderes?

A vida tão artificial que criamos nas redes sociais é um sinal claro de como andamos perdidos, vivendo um mundo cor de rosa virtual, talvez como defesa por não sabermos por onde e como nos defender das mazelas do mundo real. Vemos a criminalidade aumentar e queremos fazer justiça com as próprias mãos, vemos quem deveria nos proteger, matando inocentes sem piedade e nos trancamos de medo, não temos a quem seguir.

Agora já se espalham pelas ruas cavaletes com sorrisos amarelos e promessas de um futuro melhor, mas sabemos que é tudo mentira, que, por mais que haja boa intenção por trás daqueles rostos expostos pelas ruas da cidade, a certeza que temos é que nada será diferente. Não bastam palavras bonitas em discursos inflamados e muito menos ideias mirabolantes lançadas ao vento, sentimos falta de um líder de verdade para seguir, para apoiar. Alguém que realmente pense no povo, não em si próprio.

Talvez alguns de nós ainda nem nos demos conta desta nossa carência, pois, otimistas que somos, acreditamos em algo diferente sempre, mas no fundo, todos sabemos que não temos aquele líder de fato, aquele que ande ao nosso lado, brigando conosco por um lugar melhor para todos e não acima de nós, travestido da arrogância do poder e manipulando tudo apenas para o seu bel prazer. Estamos fartos e o pior de tudo é que sabemos disso.

Por onde andam os líderes que não queiram empunhar discursos e promessas e sim, mostrar em atitudes o porquê e como fazer diferente? Por onde andam os líderes que não se escondem atrás de subalternos e capangas e sim, saem á luta, colocando a mão na massa, mostrando o porquê se faz e como se faz diferente? Por onde andam os líderes que nos fazem ter coragem de arregaçar as mangas e acreditar que tudo realmente pode ser diferente?

E essa carência nos tem feito buscar suprir em vidas artificiais, as coisas que lá no fundo queríamos realmente viver. É certo que alguns, individualmente, fazem o possível e o impossível para que as coisas sejam cada vez melhor ao seu redor, mas, como transformar uma sociedade acuada, desorientada, desesperançosa, descrente, se aqueles que poderiam nos servir de líderes, preferem assistir a tudo de braços cruzados? Ou eles realmente não existem mais?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: