O burocrata


Sabe aquelas pessoas chatas, mas chatas mesmo? Aquelas que fazem questão de tudo tim-tim por tim-tim e depois ainda não se importam de rever os mínimos detalhes? Então, Seu Jeremias é uma dessas pessoas. Há anos trabalhando na mesma repartição, não há quem não se aborreça com ele e o seu excesso de zelo. Tem gente que reza para que ele se aposente logo. O pior, é que muitos não sabem que o Seu Jeremias está aposentado já vai para lá de dez anos.

Como ele não abriu mão de continuar trabalhando, a chefia da repartição o colocou em um departamento de conferência de documentação de processos de abertura de empresas. Era preciso algo que não lhe cansasse muito e ainda o estimulasse. E o que mais estimulava Seu Jeremias era analisar minuciosamente cada processo e pegar alguns deles com documentos faltando.

Mesmo que os documentos não fossem tão relevantes assim, pois com o advento da internet, muitas obrigatoriedades foram suprimidas ou facilitadas, Seu Jeremias fazia questão de tudo: fotocópias autenticadas das Cédulas de identidade de todos os sócios, fotocópias autenticadas do comprovante de endereço dos sócios, desde que fossem ou uma conta de luz, ou de telefone, cópia de extrato de banco, por exemplo, não era permitida de jeito nenhum. Todas as vias do contrato social tinham de estar devidamente registradas no órgão competente e ser acompanhada por com uma cópia autenticada do referido contrato registrado. Estando tudo isso certo, Seu Jeremias, carimbava uma a uma, todas as folhas e dava entrada do processo na repartição. Qualquer coisa fora deste contexto, fazia com que seu Jeremias abandonasse a conferência e chamasse o próximo da fila.

Só que Seu Jeremias tinha uma pequena fraqueza. Como todo velho babão, sempre se derretia quando uma garota com os seios transbordando para fora da blusa, se debruçava na sua frente. Aí não tinha burocracia que segurasse a libido de Seu Jeremias. Nesses casos, até processo com documento faltando ele aceitava. Tudo bem que, no outro dia, ele fazia questão de mandar que a garota lhe trouxesse os documentos faltantes.

O serviço do Seu Jeremias não era de fundamental importante, na verdade, era apenas para atender o seu gosto pela burocracia e lhe dar alguma função dentro da repartição, pois toda a documentação que ele vistoriava, era enviada para uma seção de triagem que, aí sim, verificada as autenticidades dos documentos e comprovantes. Mas, Seu Jeremias era um burocrata por convicção. Papéis e carimbos alimentavam a sua alma, além de alguns seios saltitantes para fora de blusas de garotas mais atrevidas.

Durante algum tempo deixei de ir á repartição, pois afazeres internos me impediam de realizar esses serviços. Outro dia tive que ir urgente á repartição para resolver um problema, pois como tudo no escritório, as urgências atropelam as coisas importantes e, ao chegar á repartição, não mais avistei o Seu Jeremias. Achei que, enfim, ele teria se aposentado de fato e, por curiosidade, perguntei:

-E Seu Jeremias, resolveu aposentar os carimbos?

Antes fosse só isso. Com o processo acelerado da informatização de todos os departamentos da repartição, Seu Jeremias, que nunca fora amigo do computador, se sentiu sem importância dentro da repartição e viu sem utilidade toda a sua burocracia, então, decidiu parar de vez. Foi o seu grande erro, pois, Seu Jeremias morreu na manhã do primeiro dia em que deixou de ir à repartição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: