Todo ano é tudo igual. Até quando?


Eu já estou quase jogando a toalha e estou seriamente pensando em não ir mais assistir às famosas apresentações culturais que as diversas artes preparam para contemplar seus alunos e agradar os respectivos pais no encerramento de mais um ano dos seus respectivos cursos. Nada contra as apresentações, nem contra os alunos, muitos menos contra os artistas que preparam as tais apresentações. O problema está na platéia.

Todo ano é tudo igual, tenho a impressão que não fui assistir um evento cultural e sim uma partida de futebol, no jogo que decide o campeonato, pois é só as crianças e jovens ganharem o palco, para um enxurrada de assobios, apupos, gritarias histéricas tomar o teatro de uma tal forma, que é impossível se entender alguma coisa, até mesmo analisar até que ponto as crianças e jovens evoluíram em seus respectivos cursos.

Eu juro que até me preparo psicologicamente para ir aos eventos, mas, a cada ano que passa, os pais, tios, avôs e avós, se superam. Infelizmente, eles não percebem, o quanto esses seus comportamentos, prejudicam os seus filhos. Eu procuro até entender a excitação, misturado a um misto de alegria e orgulho em ver os seus filhos no palco, mas não consigo entender tanto frenesi. É muito pra minha cabeça.

Talvez, muitos de vocês, podem me achar um chato, e dizerem que essas apresentações têm uma conotação festiva e serve muito mais para incentivar os alunos do que apurar se alguém tem ou não talento. Mas, cá comigo, você sai de casa com a maior boa vontade, enfrenta todo aquele empurra para entrar no teatro e ainda tem que passar o tempo todo ouvindo gritos e assobios no seu ouvido? É o fim!

Acho que os professores dos cursos, quando da preparação dos espetáculos do final do ano, podiam alertar aos alunos, para que eles avisassem os seus parentes, para que eles mantivessem um mínimo de respeito com o próximo, pois existem pais, que querem prestigiar os seus filhos, mas com a civilidade que o evento merece. Ninguém é obrigado a compactuar com tanta falta de educação.

Bem, felizmente as apresentações em que tinha que ir esse ano, já aconteceram e não mais precisarei presenciar outra vez, tanta descompostura e muito menos aturar uma mãe histérica, gritando no meu ouvido palavras de incentivos, como se o filho estivesse participando de uma prova de natação. Espero imensamente que o ano que vem, nada seja assim tão igual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: