Letras Amigas


Ah, as letras…

Elas são minhas companheiras

Contam as minhas alegrias,

Explicam as minhas mentiras,

Justificam as minhas lágrimas,

De A a Z, elas se juntam

E em família se tornam a minha voz.

Ah, as letras…

Que ora se juntam em poemas,

Outras se juntam em canção,

Outrora são belas histórias

Que falam de amor, que falam da dor,

Que falam de tudo

De A a Z, elas todas juntas,

Falam tudo pra mim.

Ah, as letras…

Minhas eternas amigas,

Que às vezes se recusam,

Se enclausuram em minhas idéias,

E se negam a me ajudar.

São horas e horas de convencimento.

Até que todas em comunhão.

De A a Z, cumprem a sua obrigação.

Ah, as letras…

Quase o ar que o respiro,

Por onde deságuo o que inspiro.

Com elas tudo se encaixa,

Nada fica sem sentido.

Com elas se aprende a ler

De A a Z, elas formam o saber.

Ah, as letras…

Que seria do escritor sem elas?

Seria apenas uma idéia na cabeça,

Uma folha de papel em branco

E nenhuma história para contar.

Mas elas, de A a Z são amigas

Se formam em palavras queridas

E unidas são a voz do escritor.

Anúncios

One Response to Letras Amigas

  1. Muito bacana esse poema. Não existiria o escritor se ele não tivesse uma profunda relação de afeto com as letras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: